Docência do Ensino Superior

EMENTA: Este curso tem como objetivo  propiciar aos alunos o desenvolvimento de competências cognitivas , teóricas e práticas para atuação no magistério superior. Para tanto, são propostas situações de discussão e reflexão sobre as dimensões da prática docente bem como dos processos inerente à profissão.

DIDÁTICA DO ENSINO SUPERIOR

GIL, Antonio Carlos. Didática do ensino superior. São Paulo: Atlas, 2008.
LIBÂNEO, J. C. O ensino da didática, das metodologias específicas e dos conteúdos específicos do ensino fundamental nos currículos dos cursos de Pedagogia. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 91, n. 229, p. 562-583, 2010.

Bibliografia Complementar:
LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação da aprendizagem: componente do ato pedagógico. São Paulo: Cortez Editora, 2011.
LIBÂNEO, J. C. Panorama do ensino da didática, das metodologias específicas e das disciplinas conexas nos cursos de Pedagogia: repercussões na qualidade da formação profissional. IN: LONGAREZI, A. M.; PUENTES, R. V. (Org.). Panorama da didática: ensino, prática e pesquisa. Campinas: Papirus, 2011. (p. 11-50).

METODOLOGIADA PESQUISA

MINAYO, MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Hubitec; 1999.
SEVERINO, Antonio Joaquim. Metodologia do trabalho cientifico. 23. ed.  Sao Paulo : Cortez. 2007.
LAKATOS, E.M. MARCONI. M.A. Fundamentos da metodologia científica. São Paulo: Atlas. 2010.
Bibliografia Complementar:
ACEVEDO, C. R. NOHARA, J. J.  Como fazer monografias: TCC, Dissertações e Teses.  São Paulo:
Atlas. 2013.
MOROZ e GIANFALDONI. O Processo de Pesquisa: Iniciação. Brasília: Liber Libro, 2006, p. 23-70.

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTO

FÁVERO, Leonor Lopes. Coesão e coerência textuais 11. Ed. São Paulo: Ática, 2009.
GARCIA, Othon M. Comunicação em prosa moderna: aprenda a escrever, aprendendo a pensar. 27ed. Rio de Janeiro: FGV, 2010.
FARACO, Carlos Alberto & TEZZA, Cristóvão. Prática de Texto para estudantes universitários.Petrópolis: Vozes, 2001
MACHADO, Anna Rachel (coordenação). Resenha (série Leitura e Produção de Textos Técnicos e Acadêmicos). São Paulo: Parábola, 2005.

Bibliografia Complementar:
CEGALLA, Domingos P. Novíssima gramática da língua portuguesa. 48.ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2008.
KOCH, Ingedore G. Villaça, BENTES, Anna Christina e CAVALCANTE, Mônica Magalhães.  Intertextualidade – Diálogos Possíveis. São Paulo: Cortez, 2007.
KOCH, I. V. G.; TRAVAGLIA, L. C. A coerência textual. São Paulo: Contexto, 2004.
KOCH, I. V. G. A coesão textual. São Paulo: Contexto, 2002.
VAL, Maria da Graça Costa. Redação e Textualidade. São Paulo: Martins Fontes,2006.
MEDEIROS, João Bosco. Português instrumental. 9 ed. São Paulo: Atlas, 2009.
SILVA, Laura Dondé da. POLENZ, Tamara. Educação e contemporaneidade: mudança de paradigmas na ação formadora da universidade. Canoas:E. Ulbra, 2002.

PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO

COLL, Cesar. Origem e evolução da Psicologia. IN: COLL César, MESTRES, Mariana Minas. JAVIER, Onrubia. Psicologia da educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.
ALMEIDA, Laurinda Ramalho. MAHONEY, Abigail Alvarenga. A psicogenética walloniana e sua contribuição para a Educação. IN: AZZI, Roberta Gurgel. GIANFALDONI, M.H.T.A. (org). Psicologia e Educação. (p. 101-128). São Paulo: Casa do Psicólogo, 2011.  Série ABEP Formação.
PLACCO, V.M.N. S. (org.). Psicologia e Educação: revendo contribuições. (pp. 63-179). São Paulo: Educ. 2000.
REGO. Teresa Cristina. Vygostky: Uma Perspectiva Histórico Cultural da Educação. Petrópolis: Vozes, 2010.
Bibliografia Complementar:
MAHONEY, Abigail Alvarenga. ALMEIDA, Laurinda Ramalho. A constituição da pessoa na proposta de Hernri Wallon. São Paulo: Loyola. 2007.
VIGOTSKI, L.S. A pré- história da linguagem escrita. IN: VIGOTSKI, L.S. A formação Social da mente. (p. 125-145). São Paulo: Martins Fontes, 2007.
Psicologia da Aprendizagem:
BOCK, Ana Maria Bahia. Psicologias, uma introdução ao estudo de psicologia. 14 ed. São Paulo: Saraiva, 2013
PILETTI, Nelson. ROSSATO, Solange Marques. Psicologia da Aprendizagem: da Teoria do Condicionamento ao Construtivismo. Editora Contexto, 2011.
GIANFALDONI, M.H.T.A; RUBANO, D. R. ZANOTTO, M. L.B. A ciencia da aprendizagem e a arte de ensinar: com a palavar, Skinner. IN: AZZI, Roberta Gurgel. GIANFALDONI, M.H.T.A. (org). Psicologia e Educação. (p. 101-128). São Paulo: Casa do Psicólogo, 2011.  Série ABEP Formação.

QUALIDADE EDUCACIONAL

COLOMBO, Sonia Simões. Nos bastidores da educação brasileira: A gestão vista por dentro. Porto Alegre: Artmed, 2010.
DEMO, Pedro. Educação e qualidade. Campinas, SP: Papirus, 2007.
ENGUITA, Mariano Fernández. O discurso da qualidade e a qualidade do discurso. In: GENTILI, Pablo; SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.). Neoliberalismo, Qualidade Total e Educação. Petrópolis: Vozes, 1997.
GIRAFFA, Lucia M. M. FARIA, Elaine T. Graduações a distância e o desafio da qualidade. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010.
TEDESCO, Juan Carlos. Qualidade da Educação e Políticas Educacionais. Liber Livro, 2012.

AVALIAÇÃO EDUCACIONAL

COLOMBO, Sonia Simões. Nos bastidores da educação brasileira: A gestão vista por dentro. Porto Alegre: Artmed, 2010.
GATTI. Bernardete A. Avaliação educacional no Brasil: experiências, problemas, recomendações. FCC, 1994. Disponível em: http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/eae/article/view/2320
LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação da Aprendizagem escolar. São Paulo: Cortez, 2008.
SOUZA, Alberto de Mello e. Dimensões da Avaliação Educacional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.
LORDELO, José Albertino Carvalho. DAZZANI, Maria Virgínia. (orgs.). Avaliação educacional: desatando e reatando nós. Salvador: EDUFBA, 2009. Disponível em: http://static.scielo.org/scielobooks/wd/pdf/lordelo-9788523209315.pdf

Bibliografia Complementar:
COVAC, José Roberto. As políticas educacionais e seu impacto na gestão das Instituições de Ensino Superior. IN: COLOMBO, Sonia Simões. Nos bastidores da educação brasileira: A gestão vista por dentro. Porto Alegre: Artmed, 2010.
MATOS, D.A.S. [et.a.l]. Avaliação no ensino superior: concepções múltiplas de estudantes brasileiros. Est. Aval. Educ., São Paulo, v. 24, n. 54, p. 172-193, jan./abr. 2013.
Tecnologia e Educação.

BRITO, Glaucia da Silva. Educação e Novas Tecnologias: um re-pensar. Curitiba: IBPEX, 2008.
KENSI, Vani Morerira. Educação e Tecnologias: O novo ritmo da informação. Campinas, SP:Papirus, 2007.
BLEGING, Patrícia. BUSSARELLO, Raul Inácio. Interatividade nas TICs: abordagens sobre mídias digitais e aprendizagem. São Paulo: Pimenta Cultural, 2014.

LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL

BRUEL, A. L.O.  Políticas e legislação da educação básica no Brasil. Curituba. IBEPX, 2013.
ALMEIDA, Malu. Políticas Educacionais e Práticas Pedagógicas. (Col. Educação Em Debate).Editora: Alínea, 2010.
SAVIANI, Demerval.  A nova lei da eudação: trajetórias, limites e perspectivas. Campinas, SP: Autores Associados, 2008.
Bibliografia Complementar:
DELGADO, Evaldo Inácio. Políticas Educacionais e a Prática Docente. Canoas: Ed.Ulbra, 2005

Psicologia do Desenvolvimento

BOCK, Ana Maria Bahia. Psicologias, uma introdução ao estudo de psicologia. 14 ed. São Paulo: Saraiva, 2013.
COLL César, Jesús Palácios e Álvaro Marchesi. Desenvolvimento psicológico e educação. Psicologia da educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.
GOULART, J. B. Psicologia da educação: fundamentos teóricos aplicados à prática pedagógica. 18ªed. Vozes, 2011.
LURIA, A.R. Desenvolvimento cognitivo. São Paulo: Icone. 2013.
MAHONEY, Abigail. ALMEIDA. Laurinda Ramalho. Henri Wallon: Psicologia e Educação. São Paulo: Loyola, 2012.

Bibliografia Complementar.
PIAGET, Jean. Seis estudos de psicologia. Trad. Maria Alice Magalhaes D´Amorim e Paulo Sérgio Lima Silva. 24. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004.
RAPPAPORT, Clara Regina (Org.); FIORI, Wagner da Rocha; DAVIS, Cláudia. Psicologia do desenvolvimento. São Paulo: EPU, 1981.
REGO, Tereza Cristina: Vigotski: uma perspectiva histórico-cultural da educação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.
VIGOTSKII, L.S. LURIA, A.R. LEONTIEV, A.N. Linguagem , desenvolvimento e aprendizagem. 12ª ed. São Paulo: Ícone, 2012
Gostaria de mais Informações ?